Buscar
  • Marcus Denzo Sakae

O Perigo da antecipação de recebíveis


A Queda da NetShoes e a Receita da Academia: O que tem a ver com você?


Hoje irei contar para você 2 histórias. Ambas têm tudo a ver com a gestão do seu caixa e de suas finanças.

Vamos lá?


· Primeira história:


Você provavelmente já conhece a NetShoes, a maior empresa de e-commerce de artigos de esportes do Brasil. Para começar, vamos situar o que aconteceu:

Recentemente a NetShoes abriu seu capital lá fora e apresentou seus resultados trimestrais na semana passada e seus investidores americanos assustaram com o resultado divulgado. A ação da companhia caiu 60%! Seu valor de mercado, que chegou a US$779,2 milhões em maio do ano passado, agora foi para US$66,5 milhões. Realmente uma queda gigantesca que afetou bastante o mercado e os investidores.

Não sei se é exatamente seu caso, mas muitas empresas antecipam com os bancos, os recebíveis de cartão de crédito. E era isso que acontecia com a NetShoes. Ela antecipava seus recebíveis futuros, aumentava o seu caixa no presente e trocava pelo aumento das despesas financeiras, afinal tinha que pagar juros sobre essas transações.

Recentemente, o CFO da NetShoes decidiu parar de ficar antecipando seus recebíveis e isso afetou diretamente o caixa da empresa, que reduziu muito de uma outra para outra. Por isso, após a divulgação de seus resultados trimestrais, como seu caixa tinha reduzido drasticamente, ela perdeu muito valor de mercado e a desconfiança aumentou.

Sendo assim, podemos perceber, que um movimento do CFO considerado errado pelos investidores, pode fazer uma empresa despencar.

Tudo isso conseguimos ver claramente nos seus balancetes que são divulgados pela contabilidade.

Realmente tem hora que precisamos de caixa e a antecipação é uma boa saída. Mas qual o perigo?


· Segunda história:


Vou contar um segundo caso para você, que acredito que seja mais próximo da realidade da sua empresa.

Recentemente, meu irmão adquiriu uma academia. A empresa apresentava alguns problemas de gestão e esse era o ponto que ele defendia que dava para melhorar muito e conseguir alavancar seus resultados. Mas semanas depois, descobrimos que o buraco era mais fundo.

Há 1 ano, o antigo sócio da Academia fez uma antecipação de crédito de um valor muito alto. E isso não foi revertido em investimento rentável, colocando a academia em uma situação muito ruim. Como vocês sabem, academias tem o modelo de negócio de recorrência, ou seja, a receita do mês tem que ser a soma de todas mensalidades pagas pelos alunos naquele mês. Mas não é isso que acontece hoje.

Como a antecipação de crédito foi feita em um valor grande, a academia não tinha mais caixa futuro para receber e começou a cada mês precisar ficar antecipando os recebíveis para poder pagar os funcionários, impostos e todos seus gastos mensais. Isso virou uma bola de neve insustentável. Hoje a receita da academia não é o valor das mensalidades pagas no mês, afinal quando o aluno fecha um plano anual e ele divide em 12 vezes, a academia faz a antecipação e não sobra dinheiro para os demais meses.

Pensa comigo, um negócio recorrente que tem +600 clientes, se não vender nenhum plano em um mês, ela não fatura. É uma situação que pode gerar falência. Já traçamos planos de ação para reverter este cenário, mas hoje gostaria de compartilhar isso com vocês para vocês verem como a má gestão do seu caixa pode afetar uma simples academia ou até uma gigantesca NetShoes.


· Conclusão:


Fique sempre atento à três itens quando for realizar uma antecipação de recebíveis:


1. O valor dos juros

2. Taxas de serviços

3. Desorganização financeira

4. Dependência da antecipação (quando sua operação não é sustentável sem a antecipação).


Te vejo na semana que vem!

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo