Buscar
  • Marcus Denzo Sakae

Serviços Contábeis, pra quê?

Em momentos de crise que somos mais cobrados a mostrar a que viemos.



Estamos passando por constantes mudanças no mercado profissional, e isso não é uma exclusividade do Brasil e nem tão pouco de alguns segmentos. Todas as profissões estão sendo exigidas a mostrar realmente pra que existem.

Logicamente que pensamos de forma automática sobre algumas áreas devido as nossas urgências e outras pela essencialidade temos a impressão de são mais importantes. Mas na verdade todas tem suas utilidades e seus objetivos, basta precisarmos que certamente lembraremos das profissões que muitas vezes estão esquecidas em nossa memória.

Ouve-se falar que esta ou aquela profissão vai acabar e em muitos casos desaparecem mesmo, afinal o mundo profissional é super dinâmico e as profissões estão em constante mudança, segundo alguns estudiosos 60% das profissões que serão exercidas daqui a 20 ou 30 anos, ainda nem existem.

E a contabilidade não é diferente, no mundo moderno aquela contabilidade que nasceu como guarda livros, já não tem espaço, até porque até os livros contábeis estão desaparecendo em seu formato de papel. Em meio ao diversos sistemas contábeis que estão a cada dia mais complexos, temos novos desafios nessa profissão que se transformou através dos anos e que alcançou um nível de importância por fornecer uma quantidade de ferramentas que auxiliam na administração das grandes corporações.

E podemos dizer que está alcançando níveis de importância cada dia mais relevantes no meio das pequenas e microempresas também.

No caso do Brasil especialmente os micro e pequenos empresários estão aprendendo, muitas vez as custas de falências, endividamentos, autuações, e muitas outras dificuldades, que a falta de organização e entendimento podem ser cruciais para determinar o sucesso ou fracasso de uma empresa.

Quando falamos de aprendizado, sabemos que culturalmente temos um povo que costuma aprender tudo mais na prática que nas escolas, não que não seja uma virtude aprender na prática, mas quando isso não é acompanhado de instrução, acabamos por ver situações dramáticas que poderiam ser evitadas se o conhecimento estivesse acompanhando a prática.

No sistema tributário e fiscal do Brasil, as empresas que não tiverem um profissional competente de dedicado, auxiliando nas operações e trazendo informações que demonstrem a situações contábil, financeira e legal, tendem a ter sérios problemas para coexistirem num mercado altamente competitivo.

Se sabemos que uma grande parte das micro e pequenas empresas fecham suas portas sem ao menos saber que estavam no lucro ou prejuízo, devido a falta de informações por parte dos contadores, que muitas vezes estão presos em meio a tantas exigências legais e fiscais, que não se atentando a principal função da profissão, que é fornecer ferramentas para uma gestão eficiente, maximizando os resultados da empresa e evitando reveses desnecessários.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo